TRABALHADORES DA EMEF DEFENDEM EMPRESA ESTRATÉGICA PARA O SECTOR FERROVIÁRIO!

TRABALHADORES DA EMEF DEFENDEM EMPRESA ESTRATÉGICA PARA O SECTOR FERROVIÁRIO!Trabalhadores da EMEF, de norte a sul do país, realizaram esta manhã uma marcha entre a Estação de Entre-campos e o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas. Esta acção de prendeu-se com a preocupação dos trabalhadores com o futuro desta empresa estratégica para o sector ferroviário e para o país. A EMEF é a única empresa em Portugal com capacidade para garantir não só o conforto dos passageiros do transporte ferroviário, mas acima de tudo garantir a sua segurança e do material circulante, a preços competitivos, ao contrário de algumas multinacionais, que mais não fazem que sorver o dinheiro do erário público.

A EMEF tem todas as potencialidades, passando essencialmente pela experiência e formação especializada dos seus trabalhadores, para se desenvolver e dar um contributo significativos para uma política de dinamização da produção nacional, não só na manutenção, mas na construção de material circulante ferroviário. Este desenvolvimento faz.se com trabalhadores motivados e valorizados que vejam respeitados os seus direitos consagrados na Contratação Colectiva.

Esta acção de proposta e protesto dos trabalhadores da EMEF, e dos seus representantes sindicais o SNTSF e a FECTRANS, contou com a solidariedade de Arménio Carlos, Secretário-geral da CGTP-IN.

A EMEF é nacional e faz falta estar a produzir em Portugal!