Greve dos Trabalhadores do Dia/Minipreço

No dia 3 de Abril de 2021, o Sindicato decretou uma greve para os supermercados do Dia Minipreço, que levou ao encerramento de muitas lojas a nível nacional, esta greve foi pela dignidade dos trabalhadores.

O Sindicato do Comércio Escritório e serviços (CESP) apresentou um caderno reivindicativo, com um conjunto de reivindicações, nomeadamente 90 € de aumento salarial.

A contraproposta apresentada pela Administração é imoral e discriminatória, quando a empresa registou um aumento de 7,6% nas vendas em 2020, que não fez reflectir na proposta de aumento salarial, a empresa apresentou 2,5% na massa salarial, que corresponde a um aumento de10, 47€, só para 1000 trabalhadores num universo de 3 000.

Estamos a falar de trabalhadores que nunca pararam, mesmo em tempo de pandemia, colocando a sua saúde em risco, há trabalhadores que trabalham há mais de 20 anos na empresa e ganham praticamente o SMN.

No caderno reivindicativo estavam expressas outras reivindicações tais como: o aumento do subsídio de refeição para 7,30€, por dia, a redução do horário de trabalho para as 39 horas de trabalho semanal.