XII Congresso da União dos Sindicatos de Lisboa

A União dos Sindicatos de Lisboa realiza hoje o seu XII Congresso, sob o lema "Avançar com a luta dos trabalhadores - reforçar a organização. +emprego +salários +direitos".

Libério Domingues, coordenador da USL, referiu na sua intervenção de abertura que "4 anos depois, podemos afirmar que valeu a pena lutar, que é tempo para ir mais longe, para conseguir e garantir avanços".

Em Lisboa houve um importante crescimento do emprego, 12,2% nestes últimos 4 anos, e uma descida do desemprego, de 12,7% em 2015 para 7,1% em 2019. Uma grande parte do emprego criado em Lisboa ocorreu em actividades de serviços ligados muitos deles ao turismo, ao alojamento e à restauração, ao emprego e trabalho temporário, todas elas marcadas pelos baixíssimos níveis remuneratórios, pela total ausência de estabilidade laboral e pela enorme rotatividade de emprego.

No distrito de Lisboa quase metade dos trabalhadores têm salários de até 600€ ou entre 600€ e 900€, valores claramente insuficientes no contexto nacional.

Libério refere ainda, na sua intervenção, que o momento que vivemos exige mais CGTP-IN, mais União, para exigir a valorização do trabalho e dos trabalhadores.