BASTA DE ROUBOS E MENTIRAS! 19 DE DEZEMBRO - VIGÍLIA EM BELÉM DE INDIGNAÇÃO E PROTESTO!

Este Governo promove o roubo dos trabalhadores e dos pensionistas, transferindo rendimentos do trabalho para o capital e recursos económicos e financeiros do Estado para os grupos capitalistas. É um Governo que faz da mentira e da violência, da sua política, uma arma de arremesso contra o povo. Este é Governo que não tem legitimidade política, nem base de apoio social, nem ética ou moral, para continuar em funções. Por isso vamos todos a Belém exigir ao Presidente da República que vete o Orçamento de Estado e que demita o Governo convocando eleições antecipadas. 

Mas há alternativas! É urgente romper com o memorando da tróica e renegocia a dívida nos seus prazos, montantes e juros. É preciso investir para aumentar a produção nacional, substituindo as importações e diminuir a dívida. É necessário criar emprego de qualidade, combater a precariedade e o desemprego. O aumento dos salários e pensões é a solução para dinamizar a economia. Taxar as transacções financeiras e os dividendos dos grandes accionistas. Cortar nas parcerias público-privadas e nas rendas excessivas no sector da energia. Combater a fraude e a evasão fiscal.

Basta de roubos e mentiras! Este Governo está a desgraçar o país, a infernizar a vida dos trabalhadores e a lançar as famílias na miséria. Está nas mãos dos trabalhadores e do povo dar a volta a esta situação! Dia 19 de Dezembro pelas 19 horas, todos a Belém! Todos à vigília da indignação e protesto! Por uma alternativa, de esquerda e soberana!

 

Ler manifesto a distribuir em Lisboa, descarregar cartaz da Vigília em Belém, descarregar cartaz da semana de luta.

PROPAGANDA PARA 26 DE NOVEMBRO - DIA NACIONAL DE INDIGNAÇÃO, PROTESTO E LUTA!

Todos os que estão a sofrer as consequências dos cortes e austeridade, defendem uma vida melhor num Portugal desenvolvido e soberano, vão manifestar a sua indignação, protesto e luta, mas empresas e locais de trabalho, nas ruas e praças de Portugal. Acabar com o roubo dos salários, pensões e reformas é urgente! A demissão do Governo e eleições antecipadas são um imperativo nacional. Por Abril e por uma política de esquerda e soberana, uma política que defende a maioria do povo português e não beneficie os responsáveis pela situação que vivemos no nosso país, os grandes grupos económicos e financeiros. 

Basta de roubos e mentiras! A CGTP-IN tem propostas para fazer crescer a economia, criar emprego, promover a justiça fiscal e uma mais justa distribuição dos rendimentos. A luta nos locais de trabalho é para aumentar os salários, defender os direitos e melhorar as condições de trabalho. Aumentar salários, actualizar o salário mínimo nacional, promover a contratação colectiva e aumentar as pensões e reformas são elementos decisivos para melhorar as condições de vida das famílias e dinamizar o crescimento económico.

 

Ler documento aos trabalhadores de Lisboa.

Ler documento da Interjovem.

Ler documento da Inter-reformados.

19 DE OUTUBRO - VAMOS MARCHAR NA PONTE

Há transportes em todo o distrito de Lisboa, para que ninguém falte a esta grandiosa jornada de luta, participa e mobiliza. A luta organizada é o caminho de quem trabalha, sindicaliza-te.

Organiza já o transporte na tua região:

Alenquer, Amadora, Azambuja, Cascais,  Lisboa, Loures, Oeiras, Oeste, Odivelas, Sintra, SITAVA/STEFFAS Vila Franca de Xira.

Este endereço de correio electrónico está protegido contra leitura por robôs. Necessita activar o JavaScript para o visualizar.; contacto Sintra; Este endereço de correio electrónico está protegido contra leitura por robôs. Necessita activar o JavaScript para o visualizar.; Este endereço de correio electrónico está protegido contra leitura por robôs. Necessita activar o JavaScript para o visualizar.; Este endereço de correio electrónico está protegido contra leitura por robôs. Necessita activar o JavaScript para o visualizar.

Documento da USL.

Documento da Interjovem-Lisboa.

Documento da Inter-reformados Lisboa.

 

5 DE OUTUBRO É O 2º FERIADO ROUBADO! SABES QUE VAIS TRABALHAR DE BORLA?

Todo aquele que, no sábado, por imposição de serviço tenha que trabalhar, está a ser mais uma vez roubado, porque, comparativamente com o ano passado, este 5 de Outubro é um dia de trabalho não pago. Com o roubo dos 4 feriados, o que o Governo PSD/CDS fez foi aumentar os dias de trabalho sem qualquer acréscimo de remuneração, ou seja – trabalho de borla. Podem até dizer que não há ilegalidade nesta medida, mas o que os trabalhadores sabem é que, este ano, trabalham mais 4 dias sem verem o salário crescer e, isso é um roubo. 

É TEMPO DE DIZER BASTA – a esta política que destrói o presente e o futuro e maltrata os trabalhadores, lançando Portugal num abismo...

Ler comunicado da FECTRANS

ESTE VERÃO NÃO DESISTIMOS DE LUTAR POR UMA VIDA MELHOR!

verao_2013

Manter o Governo PSD/CDS, mesmo que recauchutado, é dar continuidade à actual política de desastre e de agressão, aprofundado o sofrimento do povo. Este Governo não tem legitimidade, credibilidade política, nem apoio social para continuar em funções! Basta de manipulações, mentiras e falsas promessas.

Este verão não esquecemos o desemprego, a exploração, as desigualdades e o empobrecimento dos trabalhadores, dos jovens, dos reformados e aposentados.

 

TEMOS SOLUÇÕES, exigimos respostas!

Melhorar salários e pensões para aumentar a procura interna, dinamizar a economia, criar emprego. Revitalizar o sector produtivo para produzir mais e dever menos. Taxar os lucros e transacções financeiras dos grandes accionistas e exigir o fim dos paraísos fiscais. Renegociar os montantes, prazos e juros da dívida. Mais e melhor saúde, educação e segurança social para todos!

 

UMA VIDA MELHOR É POSSÍVEL! A participação e a luta dos trabalhadores e das populações é que determinam os destinos das suas vidas e do seu país!

 

Ler documento a distribuir.

   

BASTA DE EXPLORAÇÃO E EMPOBRECIMENTO! A GREVE GERAL É A RESPOSTA NECESSÁRIA!

capa_greve_geralDois anos depois da aplicação do "memorando", que agride os trabalhadores, humilha o povo e hipoteca a soberania, o país está devastado económica e socialmente. Os efeitos da política de direita traduzem-se num condenável retrocesso social, num inaceitável ataque à Constituição da República Portuguesa, no plano dos direitos dos trabalhadores e dos valores democráticos alcançados com a Revolução de Abril. De nada valeram tantos sacrifícios impostos aos trabalhadores e ao povo. O Governo PSD/CDS só têm soluções que prejudicam o país e ao mesmo tempo enchem, ainda mais, os bolsos dos bancos e grandes grupos financeiros.

Vamos todos aderir à Greve Geral de dia 27 de Junho! Porque a ofensiva do Governo é contra todos! É contra os trabalhadores do sector privado, é contra os trabalhadores do sector empresarial do Estado, é contra os trabalhadores da Administração Pública, é contra os jovens trabalhadores, é contra os reformados, pensionistas e idosos. É contra o povo em geral! É preciso dizer basta é preciso que a Greve Geral pare com a política de direita, é preciso dar a voz ao povo. Governo rua, eleição antecipadas já!

Ler manifesto da Greve Geral

 

25 DE MAIO - TODOS A BELÉM - GOVERNO RUA - COMBATER A EXPLORAÇÃO E O EMPOBRECIMENTO

todos_a_belem

Portugal não aguenta mais esta política, o Governo PSD-CDS fala em crescimento mas a receita é a mesma de sempre - mais e mais austeridade! O desemprego é uma calamidade e os jovens são forçados a emigrar, mais de metade dos desempregados não recebe qualquer subsídio, a enorme riqueza produzida pelos trabalhadores é transferida directamente para o capital. Esta política causa miséria ao povo e é um garrote para a economia nacional.

É preciso para a espiral recessiva e evitar o colapso social, mudar de política e de Governo. Há soluções como renegociar a dívida pública e dinamizar a produção nacional para criar emprego e diminuir as importações. Pôr fim à privatização de empresas e sectores estratégicos, aumentar os salários e as reformas estimulando o mercado interno. Libertar Portugal da ingerência estrangeira, que rouba soberania e impõe o atraso e a miséria.

É preciso e urgente vir para a rua fazer ouvir a voz de quem trabalha e as suas propostas. Dia 25 de Maio às 15h30 todos a Belém! A luta é o caminho!

Ler tarjeta a distribuir aos trabalhadores e população

 

Está em... Home Propaganda