COMBATE À PRECARIEDADE TEM QUE COMEÇAR PELO GOVERNO

  • Imprimir

COMBATE À PRECARIEDADE TEM QUE COMEÇAR PELO GOVERNOOntem dia 14, uma delegação da USL e Sindicatos entregou ao Primeiro-Ministro um dossier com exemplos concretos de situações de precariedade  existentes, tanto no sector público como no privado, no Distrito de Lisboa. Nesta acção também foi entregue uma carta aberta ao primeiro-ministro, colocando a responsabilidade no governo de dar o exemplo para as empresas do sector privado, “enterrando” a legislação com os constrangimentos de admissão de trabalhadores e promovendo a admissão dos trabalhadores necessários nos organismos e empresas que tutela. Sendo necessário, ao mesmo tempo dotar as entidades respectivas de meios e orientação de actuação firme perante as situações de recurso ilegal de precariedade laboral.

Ler carta aberta.