TRABALHADORES DO SBSI/SAMS UNIDOS PELA CONTRATAÇÃO COLECTIVA!

TRABALHADORES DO SBSI UNIDOS PELA CONTRATAÇÃO COLECTIVA!Os trabalhadores do SBSI/SAMS (Sindicato dos Bancários Sul e Ilhas/UGT - Serviços de Assistência Médico-Social) estão hoje a realizar uma greve entre as 7h e as 24h. Além da greve estiveram concentrados junto à Sede do SBSI/SAMS e deslocaram-se em manifestação até ao Ministério do Trabalho. Estão em luta contra a tentativa da destruição de direitos consagrados as Convenções Colectivas. Além de ser fomentada a precariedade, de não pagarem as horas de dispensa sindical, de perseguirem quem não se cala perante as injustiças, de não pagarem aumentos devidos desde Janeiro de 2016, a direcção do SBSI afirma que já acabou com os Acordo de Empresa e restantes instrumentos de Regulamentação Colectiva de Trabalho, que já tinha subscrito. Os sindicatos, SEP, CESP, SMZS, SNTSS, SIFAP e SFP, que estão a defender estes trabalhadores garantem que a luta é para continuar!

PROTESTO JUNTO À SEDE DA ÁGUAS DE PORTUGAL

PROTESTO JUNTO À SEDE DA ÁGUAS DE PORTUGALOs trabalhadores da EPAL realizaram esta manhã, um plenário geral e concentração, junto ao edifício da Sede das Águas de Portugal. A acção, no dia em que se assinala o Dia Mundial da Água, teve como objectivo exigir a satisfação das reivindicações dos trabalhadores, que constam do caderno apresentado à administração em Dezembro passado. Os trabalhadores exigem o fim das desigualdades existentes e do trabalho precário, garantindo a cada posto de trabalho permanente, um contrato de trabalho efectivo. Exigem igualmente distribuição de cinco por cento dos lucros gerados pela EPAL a todos os trabalhadores, num montante igual, independentemente da sua categoria profissional, tal como prevêem os Estatuto da empresa. A acção foi promovida pela Comissão Intersindical da EPAL que integra os sindicatos, STAL, SIESI, SITE e CESP.

SUPERMERCADOS DIA E MINIPREÇO COM TRABALHADORES EM GREVE A 13 DE ABRIL

SUPERMERCADOS DIA E MINIPREÇO COM TRABALHADORES EM GREVE A 13 DE ABRILO aumento dos salários e o fim ao assédio e repressão aos trabalhadores são alguns dos motivos da greve que os trabalhadores dos supermercados Dia/Minipreço vão realizar a 13 de Abril. “Todas as reivindicações exigidas, desde o aumento dos salários até às condições de trabalho, passando pelas questões de assédio moral, foram ignoradas ou relativizadas pela empresa” informa o CESP – Sindicato do Comércio Escritórios e Serviços, num comunicado onde esclarece as razões para a marcação da greve.

Mais... SUPERMERCADOS DIA E MINIPREÇO COM TRABALHADORES EM GREVE A 13 DE ABRIL

28 DE MARÇO - GREVE DOS TRABALHADORES DA EMEF COM PLENÁRIO NACIONAL

28 DE MARÇO - GREVE DOS TRABALHADORES DA EMEF COM PLENÁRIO NACIONALFazer uma greve no dia 28 de Março e realizar um plenário nacional, nas instalações da empresa na Reboleira, foi a decisão dos trabalhadores da EMEF, em plenários realizados e, esta luta, tem como objectivo a exigência a negociação da melhoria dos salários, o fim da precariedade laboral e admissão dos trabalhadores necessários, a exigência da negociação da revisão do Acordo de Empresa e Regulamento de Carreiras, a defesa da EMEF como estratégica para o caminho de ferro que passa pelo seu retorno à CP.

LUTA DOS TRABALHADORES DO SBSI CONTINUA!

LUTA DOS TRABALHADORES DO SBSI CONTINUA!Os trabalhadores do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas (SBSI/UGT) e dos Serviços de Assistência Médico-Social (SAMS) do Sul e Ilhas, em luta contra a entidade patronal, a própria direcção daquele sindicato, já receberam manifestações de solidariedade de sindicalistas de diversos quadrantes (incluindo do SBSI), membros de Comissões de Trabalhadores (incluindo bancários), trabalhadores bancários e utentes em geral. No próximo dia 23 de Março os trabalhadores do SBSI vão estar em greve das 7 às 24 horas. Às 10 horas realizam uma concentração em frente à sede do sindicato, em Lisboa, e depois, às 11 horas, seguem em manifestação até ao Ministério do Trabalho.

Mais... LUTA DOS TRABALHADORES DO SBSI CONTINUA!

PROFESSORES DO ENSINO ARTÍSTICO EM LUTA

PROFESSORES DO ENSINO ARTÍSTICO EM LUTAOs docentes contratados pelas escolas públicas para o ensino artístico especializado (de música, dança, teatro, artes visuais e artes audiovisuais) concentrar-se-ão em frente ao Ministério da Educação (ME) no dia 22 de Março, pelas 15 horas, onde, acompanhando a entrega de um abaixo-assinado com as suas legítimas exigências, afirmarão o seu protesto e exigências no ME. Estes profissionais foram afastados de quaisquer mecanismos legais visando a sua integração nos quadros, apesar de suprirem necessidades permanentes do sistema educativo.

Mais... PROFESSORES DO ENSINO ARTÍSTICO EM LUTA

FENPROF AVANÇA PARA A LUTA PELOS DIREITOS DOS PROFESSORES

FENPROF LUTAA FENPROF vai convocar os professores para um conjunto de acções que passam desde logo por uma grande concentração em 18 de Abril, junto ao Ministério da Educação, mas que, também, pode passar pela realização de manifestação e greve, como destacou Mário Nogueira no encontro com a comunicação social, após a reunião do órgão máximo da Federação entre Congressos, que decorreu neste sábado, 18 de Março, em Lisboa.

FEVICCOM MOBILIZA PARA A MANIFESTAÇÃO NACIONAL DE JOVENS TRABALHADORES

FEVICCOM MOBILIZA PARA A MANIFESTAÇÃO NACIONAL DE JOVENS TRABALHADORESA Federação Portuguesa dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro (FEVICCOM), emitiu um pré-aviso de greve para possibilitar a participação dos trabalhadores que representa, em especial os jovens trabalhadores, nas acções a realizar em diversos pontos do País e em particular na Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores, em Lisboa, no dia 28 de Março.

O objectivo central da greve é que a cada posto de trabalho permanente corresponda um vínculo de trabalho efectivo, com cumprimento da contratação colectiva, dos salários e dos direitos para todos os trabalhadores.

Face à forte e continuada ofensiva aos direitos sociais e laborais da juventude trabalhadora, que enfrenta o desemprego, a emigração forçada, elevados níveis de insegurança e precariedade laboral, é urgente alargar a luta pela estabilidade do emprego, pelo respeito e efectividade dos direitos sociais e laborais e aplicação da contratação colectiva a todos os trabalhadores, independentemente do seu vínculo laboral.

CONTACTOS NAS EMPRESAS DO DISTRITO DÃO FORÇA AO ROTEIRO CONTRA A PRECARIEDADE

CONTACTOS NAS EMPRESAS DO DISTRITO DÃO FORÇA AO ROTEIRO CONTRA A PRECARIEADEO Roteiro da Precariedade no distrito de Lisboa, passou por empresas da Indústria (Rausher, Ba Vidro, OGMA (na foto)), entre outras. Aos serviços a que são exemplo os Call Center. Os trabalhadores com vínculo precário (estágios, contratos a prazo, a subcontratação através de ETT) regra geral têm os salários mais baixos, condições de trabalho piores, o assédio moral,  horários desregulados, muitas vezes sem  equipamento de protecção.

Nas juntas de freguesia do Município de Lisboa  (foto do plenário na CML), são mais de 1000 trabalhadores com vínculo precário (recibos verdes) situação que se agravou com a transferência de competências, da autarquia para a juntas de freguesia. A precariedade é um flagelo nacional e a luta contra ela é uma luta de todos os trabalhadores.

Mais... CONTACTOS NAS EMPRESAS DO DISTRITO DÃO FORÇA AO ROTEIRO CONTRA A PRECARIEDADE

Está em... Home Acção Reivindicativa