EMEL DESPEDE DELEGADO SINDICAL DO CESP EM CLARO DESRESPEITO Á LIBERDADE SINDICAL

emel6Os trabalhadores da EMEL lutam há 6 anos pelo direito à contratação colectiva e pela consagração dos seus direitos num Acordo de Empresa.

No âmbito desta luta, apresentaram à administração em Outubro de 2010 um caderno reivindicativo aprovado em Plenário, com as suas justas reivindicações. Em Novembro e sem resposta à solicitação de uma reunião para discussão das matérias do caderno reivindicativo, os trabalhadores apresentam um abaixo assinado com a exigência de resposta ao mesmo.

 

Numa reunião de trabalho convocada pela administração da Emel com todos os trabalhadores do sector operacional para discutir o "futuro da empresa", o Sr. Presidente na sua intervenção inicial coloca questões sobre o referido caderno reivindicativo e o abaixo-assinado, levando o delegado sindical a intervir para repor a verdade dos factos.

 

 

 

 

Mais... EMEL DESPEDE DELEGADO SINDICAL DO CESP EM CLARO DESRESPEITO Á LIBERDADE SINDICAL

MANIFESTAÇÃO DA CGTP-IN NO DIA 19 DE MARÇO

O Conselho Nacional da CGTP-IN, fazendo eco da justa e crescente mobilização dos trabalhadores para o protesto activo e a manifestação de indignidade, decidiu convocar para 19 de Março, uma GRANDE MANIFESTAÇÃO NACIONAL, em Lisboa, CONTRA O DESEMPREGO, AS INJUSTIÇAS E AS DESIGUALDADES, PELA MUDANÇA DE POLÍTICAS.

Mais... MANIFESTAÇÃO DA CGTP-IN NO DIA 19 DE MARÇO

A CONVICÇÃO DA LUTA DOS TRABALHADORES FERROVIÁRIOS PAROU OS COMBOIOS!

cp_caisodreHoje os trabalhadores ferroviários da tracção realizaram mais um dia de greve, com uma adesão na ordem dos 95%. Esta luta é contra a privatização do sector ferroviário, o roubo nos salários, pelo emprego e pela contratação colectiva.

DIRIGENTE DO STAL JOSE MARQUES ILIBADO

_MG_5499O Tribunal confirma que as autoridades policiais não tiveram razão, ao não permitir um rápido escoamento dos manifestantes.

LUTA DOS TRABALHADORES EM FEVEREIRO

piquete_greveO roubo que este Governo tem vindo a fazer aos trabalhadores aos mais variados níveis, com elevado peso nos salários, no corte das prestações sociais e aumento da carga fiscal, tem empurrado a generalidade dos trabalhadores para situações que se começam a tornar socialmente incomportáveis.

Ao roubo descarado promovido pelo Governo, mais não resta que a resistência e a luta dos trabalhadores, conforme se pode verificar pelas greves e outras forma de luta já anunciadas, e que envolvem milhares de trabalhadores.

Mais... LUTA DOS TRABALHADORES EM FEVEREIRO

TRABALHADORES DA INCM EM GREVE!

INCMOs trabalhadores da Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM) vão avançar para uma Greve no dia 11 de Fevereiro, em protesto contra os cortes salariais decididos pelo Governo.

Mais... TRABALHADORES DA INCM EM GREVE!

28 Janeiro - VAMOS LUTAR E SAIR À RUA!

Milhares de trabalhadores e activistas sindicais concentraram-se em Lisboa no Largo de Camões, seguindo depois para a Residência Oficial do 1º Ministro onde aprovaram uma resolução que afirma o imperativo de continuar e intensificar a luta pela mudança de rumo! Pelo desenvolvimento do país e do distrito com mais e melhor emprego! Contra as injustiças e desigualdades! Pela resposta urgente aos problemas dos trabalhadores e das suas famílias!

Mais... 28 Janeiro - VAMOS LUTAR E SAIR À RUA!

A USL apoia a luta da Inter-Reformados

Cartaz_IRLA USL apoia a luta da Inter-reformados contra o congelamento das pensões e os seus efeitos gravosos nas condições de vida dos reformados.

Pelo aumento das pensões, convidamos todos a assinarem o abaixo-assinado on-line!

http://www.cgtp.pt/peticoes/2011/ir/index.php

VAMOS LUTAR E SAIR À RUA!

 Semana_lutasNETOs Sindicatos do Distrito de Lisboa vão sair à rua!

 - Pelo Emprego;

- Contra o aumento do custo de vida;

- Não ao roubo no Salário Mínimo Nacional!

É urgente a aposta no crescimento económico e na criação do emprego com direitos. O Governo do PS com o apoio da direita, quer com a iniciativa “Competitividade e Emprego”, flexibilizar ainda mais a legislação laboral para reforçar a posição do patronato e atacar os direitos dos trabalhadores. Na prática pretende-se facilitar os despedimentos, reduzir o valor das indemnizações, generalizar a precariedade, reduzir os salários e a protecção social.

Está em... Home Acção Reivindicativa