TRABALHADORES DA BRASILEIRA DO CHIADO ESTÃO EM GREVE!

brasileira_chiado_lutaOs trabalhadores da Brasileira do Chiado, um estabelecimento carismático da zona nobre de Lisboa estão em greve, o protesto iniciou-se hoje pelas 7 horas da manhã. A greve prende-se com o facto da gerência deste estabelecimento insistir em não cumprir com os direitos dos trabalhadores e instalar um clima de repressão na empresa, indigna das relações de trabalho em pleno século XXI. Esta é uma situação que se arrasta há anos e que não podemos aceitar. Por isso os trabalhadores continuam a sua luta tal como o têm vindo a fazer na denúncia junto dos seus clientes. Através da insistência dos trabalhadores e no enquadramento da sua justa luta, a Autoridade para Condições do Trabalho (ACT) já levantou vários autos à gerência deste estabelecimento, no entanto os problemas contra os quais os trabalhadores lutam continuam por resolver, sendo a luta a resposta, até que, as suas reivindicações sejam sejam garantidas.

TEMPOS DE PREOCUPAÇÃO - TEMPOS DE ACÇÃO!

O Memorando da UE/FMI/BCE subscrito pelo governo do PS, pelo PSD, e CDS, constitui um ataque fortíssimo à democracia e à soberania nacional, um golpe de Estado constitucional e uma clara capitulação perante a ingerência externa. A negação do desenvolvimento nacional, um autêntico e profundo atentado aos trabalhadores e ao povo e um significativo retrocesso social e civilizacional. É possível construir esperança e confiança no futuro, afirmar políticas alternativas pelo desenvolvimento económico e social do país, pelo progresso e pela justiça social.
A CGTP-IN luta, e continuará a lutar, pelo emprego e pelos direitos do trabalho, por melhores salários e pensões, pela protecção social solidária e universal, pela escola Pública e pelo Serviço Nacional de Saúde, pela dinamização do sector produtivo e pelo crescimento económico, pela soberania nacional. É indispensável tirar o país da recessão económica e fazer crescer a economia. É urgente combater o desemprego e a precariedade. É necessário renegociar a divida, os prazos e os juros. É fundamental que a redução do défice para 3% seja alargada no tempo.

ENFERMEIROS LUTAM PELA ESTABILIDADE LABORAL!

luta_enfermeirosNa região de Lisboa e Vale do Tejo existem cerca de 1.000 Enfermeiros com vínculos precários nas instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS), onde exercem funções de carácter permanente. Esta situação perpetua-se com a legalização da precariedade permitida pela última alteração ao Código do Trabalho e à legislação da Administração Pública.Contrastando com a evidente falta de enfermeiros nos serviços, a precariedade, o desemprego e a emigração, são uma realidade crescente entre os jovens enfermeiros.
Situação esta agravada desde o PEC II, apresentado em 2010, que congelou a abertura de novos concursos de admissão nas instituições públicas, colocando em risco dezenas de postos de trabalho, designadamente, no caso dos enfermeiros que não conseguirem “entrar” nos últimos concursos de admissão.

 

Mais... ENFERMEIROS LUTAM PELA ESTABILIDADE LABORAL!

TRABALHADORES DA EPAL ESTÃO EM LUTA!

epalOs Trabalhadores da EPAL iniciaram, no dia 6 de Junho, uma Greve às horas extraordinárias. Os trabalhadores lutam contra o roubo dos salários, o congelamento das carreiras profissionais, a redução do valor da remuneração das horas suplementares e exigem aumento salarial para 2011. Exigem também a admissão de trabalhadores, dado que as equipas estão fortemente diminuídas e não respondem às necessidades.

TRABALHADORES DO SECTOR FERROVIÁRIO MANTÉM A GREVE

greve_cp_maio_junho_2011Os trabalhadores da CP e CP Carga mantém a luta iniciada esta segunda-feira, após a um acordo estabelecido entre os sindicatos e a Administração da CP, no dia 21 de Abril, para que voltasse a ser aplicado o Acordo de Empresa num conjunto de matérias e não o regime geral da função pública, como previa o Orçamento de Estado. E declararam publicamente que as regras do Acordo de Empresa são mais favoráveis para a Empresa, para os trabalhadores e para os utentes. Uma vez que este acordo entre sindicatos e administração tem mais de um mês e o Acordo de Empresa continua a não ser cumprido, os trabalhadores a avançam de novo para a luta. Lembramos que a greve convocada pela FECTRANS é em defesa do Acordo de Empresa e contra a redução dos serviços.

TRABALHADORES DO CANIL-GATIL DA C.M.L. EXIGEM DIREITO AO EMPREGO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DIGNAS!

luta_stmlHoje estiveram reunidos em plenário os Trabalhadores do Canil-Gatil da CML, junto aos paços do concelho. Os trabalhadores exigem a urgente integração de 9 trabalhadores nos quadros da CML, porque os serviços são necessários e os trabalhadores estão em risco de ficarem no desemprego por responsabilidade da autarquia. Estes trabalhadores merecem serem tratados com dignidade e exigem obras nos equipamentos, de forma a afastar o refeitório e balneários do local de acolhimento dos animais.

Ler Moção aprovada hoje em Plenário de Trabalhadores e entregue ao Presidente da CML, António Costa

50 MIL MANIFESTANTES EM LISBOA CONTRA A INGERÊNCIA DA UE/FMI

capa_19maioO programa imposto pela troika estrangeira, com submissão ou apoio da troika nacional e também do Presidente da República, deve ser rejeitado e substituído por efectivas alternativas, salientou a CGTP-IN, nas grandes manifestações que esta tarde trouxeram dezenas de milhares de pessoas às ruas de Lisboa e do Porto. «O acordo não é inevitável e não é lei» - começa por afirmar-se na resolução que sintetiza a mensagem desta jornada de luta e que foi desenvolvida nas intervenções do Secretário-geral da CGTP-IN, Manuel Carvalho da Silva, em Belém, e de João Torres, da Comissão Executiva da central, na Avenida dos Aliados, nos comícios sindicais que tiveram lugar no final dos desfiles.

Ver fotos da manifestação em Lisboa

 

Mais... 50 MIL MANIFESTANTES EM LISBOA CONTRA A INGERÊNCIA DA UE/FMI

TRABALHADORES DAS OGME REALIZAM PLENÁRIO E ADEREM À MANIFESTAÇÃO DE 19 DE MAIO

ogmasNo dia 16 de Maio, os trabalhadores das OGME (Oficinas Gerais de Material e Engenharia) estiveram reunidos em Plenário, tendo analisado e discutido o pacote da “Troika” e as suas consequências para os trabalhadores. Viram com muita preocupação o aumento de impostos, o congelamento de salários e das carreiras, a redução das comparticipações da ADSE e o anunciado despedimento de trabalhadores da Administração Pública. Decidiram participar em força na Grande Manifestação da CGTP-IN de 19 de Maio Calvário/Belém!

TRABALHADORES DO TEATRO NACIONAL D. MARIA II ESTÃO EM GREVE!!!

tndmIINo decurso da negociação colectiva do Acordo de Empresa (AE) o Conselho de Administração (CA) do Teatro Nacional D. Maria II impôs um Regulamento Interno de Pessoal aos trabalhadores, mediante a imposição este regulamento o Sindicato da Função Pública do Sul e Açores e o Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos entregaram um Aviso Prévio de Greve ao CA do teatro.
Os trabalhadores independentemente do tipo de contrato ou vínculo, vão exercer o direito à greve, hoje, dia 12 Maio das 10h30 às 11h30 e das 21h às 22h.

Contra a imposição da aplicação do Regulamento Interno de Pessoal;

Por uma sistema de avaliação do desempenho legalmente elaborado, transparente e negociado.

Mais... TRABALHADORES DO TEATRO NACIONAL D. MARIA II ESTÃO EM GREVE!!!

Está em... Home Acção Reivindicativa