TRABALHADORES DO HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA REAFIRMAM GREVE TOTAL PARA OS DIAS 4 E 5 DE DEZEMBRO!

 

 RESOLUÇÃO APROVADA PELOS TRABALHADORES

Os trabalhadores do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HVCP), no Plenário realizado em 27 de Novembro reafirmaram a sua determinação de manterem a Greve Geral decretada para os próximos dias 4 e 5 de Dezembro, na defesa do Acordo de Empresa (AE) e pela integração de todos os colegas subcontratados, no mesmo.

Os trabalhadores já estiveram em Greve no passado dia 8 de Junho e voltam de novo à luta, face ao impasse demonstrado pela Administração do HCVP, que apresentou a Denúncia do AE em Nov/2015 (numa base equiparada ao Código do Trabalho) e que ao longo do processo negocial iniciado em Fev/2016, após mais de 1 ano e 22 reuniões, não apresentou qualquer evolução.

Leia aqui a nota à comunicação social

FERROVIÁRIOS ALCANÇAM VITÓRIA


Em unidade na acção os trabalhadores conseguiram

UMA IMPORTANTE VITÓRIA

 

A União dos Sindicatos de Lisboa, associa-se ao SNTSF/FECTRANS e saúda todos os ferroviários pela sua determinação na luta contra a nova regulamentação ferroviária, luta que foi determinante para a obtenção de um acordo na reunião no Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

 Comunicado do SNTSF/FECTRANS

UMA HORA DE GREVE PARA PARAR A PRECARIEDADE!

No âmbito da Campanha Nacional Contra a Precariedade - Pelo Emprego com Direitos, o Sindicato de Cerâmica e Construção do Sul, realiza:

DIA 30 de NOVEMBRO (5ª feira) - das 07h30 às 08h30 

CONCENTRAÇÃO  (à porta da empresa)

RAUSCHERT PORTUGUESA, SA

(S. Domingos de Rana)

 Os objectivos desta greve são:

 EXIGIR:

  • A passagem a efectivos de todos os trabalhadores com vínculo precário que ocupam postos de trabalho permanentes.
  • O combate à externalização de serviços e sub-contratação de trabalhadores, com garantia de contratação directa para postos de trabalho que respondam a necessidades permanentes da empresa.

 

TRANSFERÊNCIA DA SEDE DO INFARMED

 

TRANSFERÊNCIA DA SEDE DO INFARMED NADA TEM A VER COM A DESCENTRALIZAÇÃO OU

DESCONCENTRAÇÃO DE SERVIÇOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

 A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, surpreendida perante a decisão do Governo de transferir, em 2019, a sede do INFARMED,IP, para o Porto, considera o seguinte:

1. Para a missão, competências e atribuições deste Instituto, não se perspectivam quaisquer vantagens pela transferência pretendida. Ao invés, este processo de mudança, só trará perturbações ao normal funcionamento do INFARMED,IP que se prolongarão no tempo.

2. O anúncio agora feito pelo Ministro da Saúde, nos termos em que o fez e sem qualquer processo de consulta ou negociação prévia, designadamente, com as estruturas representativas dos trabalhadores do INFARMED, IP, provocou no imediato um clima de insegurança quanto ao futuro, em quem ali trabalha, o que naturalmente terá reflexos no seu desempenho.

3. Este processo de transferência da sede do INFARMED, IP, para o Porto, não pode ser confundido com descentralização ou desconcentração de serviços da Administração Pública, mas tão só como uma mera alteração da localização dos serviços presentemente sediados em Lisboa.

4. E muito menos, com qualquer plano de deslocalização de serviços da Administração Pública para as zonas do País mais desfavorecidas, essas sim, carecidas de investimento e serviços públicos, bem como de emprego qualificado.

Mais... TRANSFERÊNCIA DA SEDE DO INFARMED

CTT, GOVERNO E ANACOM COM RESPONSABILIDADE NA DEGRADAÇÃO DO SERVIÇO POSTAL


É através da comunicação social que Sindicatos, trabalhadores e populações têm conhecimento da real situação dos CTT. É lamentável que uma gestão paga “a peso de ouro” tenha levado os CTT-Correios de Portugal à degradação de um dos melhores serviços públicos do país.

Leia aqui o comunicado SNTCT/CTT

TEMPO DE ANTENA DA CGTP-IN - MANIFESTAÇÃO NACIONAL, SÁBADO, DIA 18 DE NOVEMBRO!

Tempo de Antena da CGTP-IN. 18 de Novembro - Manifestação Nacional em Lisboa às 15 horas do Marquês de Pombal aos Restauradores.

É preciso afirmar e exercer direitos.

É preciso valorizar o trabalho e os trabalhadores.

Recuperámos alguns direitos, rendimentos e salários. Melhorámos pensões, reformas e apoios sociais. Mas avançámos pouco.

Foram progressos tímidos face ao que é necessário e possível.

Persistem as consequências da política de agravamento da exploração e empobrecimento resultantes da acção do Governo PSD / CDS/PP.

De uma vez por todas, é preciso romper com a política de direita do passado. Não podemos continuar reféns das imposições da União Europeia, dos constrangimentos do euro, e do peso da dívida.

É preciso recuperar salários, direitos e a dignidade de quem trabalha.

Veja aqui o tempo de antena da CGTP-IN

LOCAIS DE CONCENTRAÇÃO E ORDEM DO DESFILE

 

                          LOCAIS DE CONCENTRAÇÃO E ORDEM DO DESFILE:

 

 

MILHARES DE PROFESSORES EM LUTA!

 Milhares de professores marcaram presença no dia 15 de Novembro, frente à Assembleia da Republica, exigindo ao Ministério que  não  “apagasse” 9 anos e 4 meses  da contagem do tempo de serviço, para efeitos de progressão na carreira.

A luta dos professores e educadores, muito particularmente a boa greve e esta excelente concentração forçou o governo a reconhecer a justeza da luta e, consequentemente, a abertura do processo de negociações.

Está em... Home Acção Reivindicativa