A LUTA NÃO PÁRA - CONCENTRAÇÃO DE TRABALHADORES DAS EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO!

  • Imprimir

TRABALHADORES DO LIDL CONCENTRADOS EM FRENTE À EMPRESA NO LINHÓ!

Os trabalhadores exigem:

  • A negociação do Contrato Colectivo de Trabalho do sector;
  • O aumento dos salários de todos os trabalhadores e o fim da tabela B - mais baixa e que se aplica em todos os distritos, excepto Lisboa, Porto e Setúbal;
  • A progressão automática dos operadores de armazém até ao nível VIII (operador de armazém especializado);
  • A manutenção do valor pago por trabalho suplementar e por trabalho em dia feriado, contra a redução do valor das horas extras e do trabalho aos feriados;
  • Horários de trabalho regulados, contra o banco de horas, pelo direito à conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar.