EMEF: CONTRA OS DESPEDIMENTOS, CONCENTRAÇÃO EM FRENTE AO CONSELHO DE MINISTROS

  • Imprimir

Prosseguindo a luta pela reintegração dos 10 trabalhadores com vínculos precários recentemente despedidos, a FECTRANS/SNTSF irá realizar no próximo dia 20 de Julho, pelas 10,15h, uma concentração em frente à Presidência do Conselho de Ministros, na rua Professor Gomes Teixeira em Lisboa.

Estes 10 trabalhadores fazem falta e a prova disso é que a mesma administração da CP que promoveu este despedimento, perante a denuncia que fizemos, já fez um pedido para a admissão de 10 trabalhadores para a oficina da EMEF em santa Apolónia, onde cresce o número de material imobilizado, por falta de capacidade de intervenção, sendo ontem 30% das carruagens imobilizadas, quando no máximo deveria estar 10%.

O despedimento destes trabalhadores tem mais custos para a EMEF/CP que a sua permanência na empresa, onde, apesar de contratados via empresa de trabalho temporário, estiveram a ocupar postos de trabalho permanente, integrados em equipadas de trabalho da EMEF, a cumprir horários de trabalho determinados por esta empresa, a utilizar as ferramentas e equipamentos fornecidos pela EMEF, utilizando fardamento também desta empresa. Então porque não são trabalhadores da EMEF? Por falta de vontade política!

Basta ver o posicionamento do Ministério do Planeamento e Infraestruturas, que transmitiu que até quarta feira passada, respondia a esta questão, mas a carta deve ter-se perdido pelo caminho.