A LUTA VOLTA AO METROPOLITANO DE LISBOA

  • Imprimir

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa vão reunir-se em plenário no próximo dia 25, onde discutirão a luta proposta pelos Sindicatos na forma de greve de dois períodos de 24 horas nos dias 1 e 3 de Agosto.

O governo do PS e a administração do ML em vez de se empenharem em resolver os graves problemas herdados do governo anterior (PSD+CDS), têm optado nesta empresa por um clima de confronto, através de alteração unilateral das regras de prestação de trabalho e horários, quando o que se precisa é que sejam admitidos os trabalhadores que são necessários, se dote a empresa do material circulante adequado, se melhorem as condições nas estações e que se respeitem os trabalhadores que são aqueles que, diariamente, fazem tudo para, nas condições actuais, se consiga ter um serviço público com os padrões mínimos de qualidade.